Amar para ser amado, mas, como?

Amar para ser amado, mas, como?

Na nossa infância não nos ensinaram a nos amar e nos valorizar. Na verdade, nos ensinaram aceitar sermos criticados e nos acostumar com isto.

Na fase da adolescência começa a nascer a crítica interior, aquela voz que nos bloqueia dizendo “Você está gorda”,  “Seu cabelo não é igual à maioria das meninas”. Com os anos, apesar da maturidade, a mesma voz nos acompanha “Você está velha(o) demais para encontrar alguém para amar”.

CLIQUE AQUI para Baixar o Ebook Gratuito “As 5 Top Características que os homens mais procuram nas mulheres”.

Existe uma diferença entre autoestima e se amar. Pessoas podem ter autoestima alta para poder sobreviver melhor com as adversidades da vida, mas não necessariamente se amam como deveriam. Autoestima é “Eu gosto de mim porque sou boa pessoa, sou bom profissional”. Diferente de se amar incondicionalmente, mesmo que você não seja ou esteja exatamente como gostaria.

Nossas crenças, adquiridas com os anos, também nos atrapalham muito, cada vez nos tornamos mais duros com nós mesmos. Crenças como:

“Os homens não se interessam por mulheres acima de 40 anos”, “Homens que se separam nunca mais encontrarão sua cara metade”, “Todo casamento está fadado a falir”.

Do mesmo modo como aprendemos a ser criticados e a absorver as crenças, precisamos aprender a nos amar, nos admirar. Se não o fizermos porque outra pessoa fará?

Gostaria de partilhar algumas técnicas para aumentar nosso amor próprio.

1 – C.A.C

Quando você não está feliz consigo mesmo use esta sigla C.A.C.

C) Conscientize-se: Tome consciência do que não está lhe agradando em você mesmo. Saber o que lhe incomoda. Tanto pode ser fisicamente como internamente.

A) Aceite este sentimento:sem julgar ou estar com raiva de si mesmo, aceite o que está sentindo.

C) Tenha Compaixão por si mesmo. Entenda seus sentimentos sem justificá-los, somente seja empático.

2 – Aprenda a cuidar de você mesmo

Faça 2 vezes por dia a seguinte pergunta:

“Qual a coisa mais significante que eu poderia fazer por mim mesmo agora?”.

Pode ser desde algo simples como tomar um copo d’agua, parar para fazer uma massagem até planejar algo para um futuro próximo. Com esta pergunta você começa a se cuidar e se conhecer, nas pequenas coisas.

3 – Qualidades

Por 15 dias coloque em um papel 2 qualidades que você tenha. Ao final dos 15 dias releia as 30 que você colocou. Com isto você terá consciência das qualidades que você já tem, mas não prestava atenção como, “Sou uma pessoa companheira”, “Sou um homem atencioso”.

As melhores práticas e ferramentas que existem geralmente são muito simples e se tornam extremamente profundas a partir do momento que você aceita usá-las.

Elas poderão trazer grandes resultados para sua vida, pois são hábitos que nunca fomos incentivados a ter. Se eles nos fossem ensinados juntamente com a nossa primeira cartilha, provavelmente trariam mudanças significativas no nosso modo de ser e agir.

Mas ainda é tempo. Sempre é tempo para ser alguém melhor aprendendo a se amar.

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.