Eternos namorados

Eternos namorados

Estava ouvindo uma música antiga no rádio Kisses in the Moonlight e me fez pensar como surgiu a tão antiga frase “Casados, eternos namorados”. Nos dias de hoje poderíamos adapta-la para “Relacionados, eternos namorados”, sabendo que o eterno será enquanto dure.

Mas será que é possível começar uma relação e se manter enamorado por muito tempo? Acredito que como tudo na vida, também as relações precisam de doação e nosso investimento para que o resultado seja não só como gostaríamos, mas como sonhávamos. O que faz um casal manter o brilho mútuo nos olhos, apesar de todas as experiências e desgastes vividos pelos anos juntos? Muito pouca coisa.

Explico: O casal pode se manter junto por décadas, mas o que mantem este brilho, esta conexão inexplicável para uns e invejável para outros são os pequenos detalhes.

Um beijo na luz do luar, um toque delicado, abrir mão de ter razão quando tem. Uma rosa sem motivo, um olhar cumplice na hora necessitada, um beijo inesperado a presença esperada. Um toque ousado, um abraço apertado, um sutil olhar de lado. Saber calar, saber falar, simplesmente se tocar.

As pessoas têm seus motivos particulares por estarem juntas e por se separarem, mas na primeira opção que a base seja o amor e a atenção de se preocupar em o que faria o outro se sentir importante e amado.

Busque e aplique estes sutis detalhes que com certeza lhe trarão o imenso retorno de poder estar eternamente enamorado.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.