O que Aprendi em 2017

O que Aprendi em 2017

Entre limpezas e agradecimentos de final de ano, resolvi analisar o que aprendi, onde cresci.

Um ano nada mais é do que um tempo delimitado entre 12 meses, mas é também uma oportunidade para olhar para trás e nos conscientizar do que foi válido e que contribuiu para nossa evolução.

Aprendi:

ESTAR PRESENTE

Não tenho facilidade para meditar, deveria, mas ainda esta em meus planos de futuro.

Quando meditamos relaxamos, sem pensar em futuro ou passado, o que faz com que nossa mente receba os benefícios destes momentos preciosos, nos equilibrando física e psicologicamente.

Apesar de não meditar procurei estar no presente em todas dificuldades e obstáculos que enfrentei durante o ano.

Perdemos tempo de valor inestimável deixando de viver o presente por estamos presos no passado ou temendo o futuro.

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.

ACEITAR

Muitas vezes achamos que se não fizermos tudo em nosso trabalho sozinhos ele não terá tanto valor para nós mesmos.

É também um ato de humildade entender que em equipe cada um contribuirá com o que sabe de melhor por um objetivo comum e a minha equipe é muito especial.

Agradeço imensamente

Imara Reis – Amiga há mais de 30 anos e orientadora pessoal.

Éder Ribeiro – Cuida do meu site, meu braço direito e meu parceiro há 6 anos.

Rafael Donatiello e Ricardo Souza – Grandes Parceiros de Marketing Digital.

Gustavo Andrade – Cuida do meu computador que me enlouquece quando não funciona.

Lucas Vinci Rocha – Grande editor dos meus vídeos e cursos.

Beatris Neppel – Terapeuta Corporal Tântrica.

Sem eles não poderia ter o ano e os resultados que obtive.

A estabilidade do seu dia hoje só vai depender de como analisar, entender e aceitar.

PACIÊNCIA

Sempre gostei da maturidade, pois com ela segue a sabedoria.

Uma das emoções mais difíceis de controlar e que nos atrapalha em muitos momentos é a ansiedade, principalmente nós mulheres. Percebo que com a maturidade ela se torna mais controlável se formos pacientes.

Entender que devemos fazer nossa parte e aprender a esperar, com paciência, os resultados que virão.

Tenha paciência. Tudo aquilo que você deseja, se for verdadeiro, e o mais importante: se for para ser seu, acontecerá.

E você já pensou no que aprendeu em 2017?

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.