O que você quer que mude no seu relacionamento?

Sempre que as pessoas chegam pedindo mudanças em seus relacionamentos ou com padrões indesejados que se repetem, pergunto:

“O que VOCÊ pode fazer para que haja mudanças ou para alterar este padrão? ”.

Estas mesmas pessoas me olham assustadas, pois esperavam que eu sugerisse soluções prontas e miraculosas e ao invés disto faço a pergunta, mas explico:

Quando temos um comportamento que está gerando uma reação indesejada, se mudarmos o mesmo a reação também mudará.

É um princípio físico simples – AÇÃO – REAÇÃO.

“Nada pode chegar para você senão por seu intermédio”.

Outro passo importante é sabermos qual competência que precisamos desenvolver em nós para que isto aconteça. Sempre uso a analogia de nossos músculos. Qual músculo primário você precisa para levantar um copo? Bíceps.

Qual competência você precisa usar para aprender a ouvir? Para alguns a Paciência.

O que dificulta o alcance de nossos objetivos é:

1) Queremos mudanças, mas não saber exatamente o que necessitamos.
2) Esperar que o outro saiba o que queremos sem o comunicarmos.
3) Depositar os resultados destas mudanças totalmente nas mãos da outra pessoa.

Neste pequeno vídeo https://youtu.be/pTgpvAR1gRg cito alguns exemplos que irão ajudá-lo a não somente trazer as mudanças que você quer no seu relacionamento, mas se desenvolver como pessoa.

Fica tudo muito mais claro quando nos questionamos:

1) O que não está bom no meu relacionamento?
2) O que eu posso fazer para que haja mudanças?
3) Qual competência tenho que usar ou desenvolver para viabilizar esta mudança?

Por mais insólito que possa parecer, fica mais simples que transformações aconteçam, pois você pode gerá-las.

Quer mudanças? Mude.

Com certeza os resultados lhe surpreenderão positivamente.

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.