Tá Difícil Perdoar? 4 Passos que vão te AJUDAR

Poucas semanas atrás, mais precisamente no dia 9/9 passado, fiz uma postagem sobre perdoar. Recebi inúmeras mensagens de seguidores dizendo que tinham dificuldade de fazer os 5 passos que orientei.

Revolvi reescrever e gravar o vídeo acima mostrando, com mais simplicidade, 4 passos, sem tirar a efetividade da tarefa.

Estes 4 Passos são essenciais para que você consiga sua libertação, mas é preciso que se disponha a executá-los. Coaching é ORIENTAÇÃO somada a AÇÃO para que haja SUCESSO. Eu preciso da sua ação.

 

MINHA ORIENTAÇÃO

Fiz uma pesquisa de livros publicados no Brasil e EUA sobre o assunto. No Brasil, hoje temos disponível cerca de 48 livros e nos EUA mais de 2400.

Guias espirituais, coachs, psicólogos e outros mostram que não perdoar é um grande bloqueio na vida das pessoas e perdoar traz grandes transformações.

Quando alguém nos magoa, fere nossos sentimentos, nos sentimos violentados, desrespeitados, com uma dor imensa. Entendo que é muito difícil ainda ter a grandiosidade de perdoar.

Em casos mais graves e se posso dizer, extremos, como abusos e maus-tratos, perdoar não significa desculpar. Não precisamos desculpar esta pessoa (tirar a culpa), mas perdoar sim.

Este é um trabalho com você, para seu crescimento e evolução.

Segurar este sentimento no seu coração não fará justiça, mas sim trará grandes bloqueios em outras áreas da sua vida, que nem sempre relacionamos a isto, mas estão.

Seguem estes 4 simples passos que ajudarão na caminhada da sua transformação.

 

1º Passo – Usar EFT para a resistência para perdoar

Para quem não conhece EFT, veja este vídeo.

Escreva em um papel tudo que lhe passa na cabeça que impede de querer perdoar esta pessoa.

Nunca vou perdoar o que ele me fez

Ela me machucou profundamente

Ela me passou para trás.

Ele mentiu pra mim e não quero esquecer o que ele me fez

 

Bata no ponto da mão do EFT falando “Apesar de não querer perdoar nome da pessoa, eu me amo, me aceito e me respeito Profundamente e Completamente”.

Nos outros 8 pontos vá falando tudo que passar na cabeça, de negativo, que lhe impeça de perdoar esta pessoa.

 

2º Passo – Qual a sua responsabilidade no que aconteceu?

Sei que pode parecer difícil encarar que, apesar de tudo, existe uma responsabilidade sua, mas existe. Pode ser mínima, mas somente o ato de pensar onde pode ter permitido que isto tenha acontecido, já é um crescimento e forma de não deixar que se repita.

 

3º Passo – O que aprendeu com isto?

Entender o que aprendeu nesta situação lhe trará clareza para não permitir que se repita.

Aqui já existe um grande exercício de evolução. Você terá atitudes diferentes e ações necessárias que mudarão o comportamento do outro. Tenho que dar atenção para meu relacionamento.

Preciso aprender a dialogar mais e me valorizar.

Preciso me dedicar aos meus negócios para colher os frutos.

 

4º Passo – Finalmente você está pronto para perdoar

Escreva uma carta para a pessoa dizendo

  • O que ela fez
  • Como você se sentiu
  • Qual foi a sua responsabilidade. Sua parte de permissão para o acontecido.
  • Escreva no final da carta: “Estou aqui para lhe perdoar e me libertar”

Não leia a carta novamente, queime ou rasgue e jogue fora.

 

Você pode até pensar que talvez seja muito trabalho e que não vale a pena o esforço, e eu lhe digo:

Experimente a sensação que traz a libertação de perdoar e desfrute os resultados positivos que trarão para sua vida.

Só assim você poderá me dizer. Valeu a pena!

Agora só preciso da SUA AÇÃO.

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.