Um Momento de Felicidade: Dê este presente ao seu cérebro

Um Momento de Felicidade: Dê este presente ao seu cérebro

Algumas semanas atrás o site TED.com postou a palestra do monge Beneditino David Steindl-Rast que fala sobre o que todas as pessoas na face da terra têm em comum. Todos querem ser felizes. Tentarei resumidamente reproduzir suas ideias sobre a conexão entre a felicidade e a gratidão.

A felicidade não esta necessariamente ligada à gratidão, mas a gratidão nos faz feliz. Não é a felicidade que nos faz ter gratidão, é ser grato que nos faz feliz.

E como isto funciona? Como viver em gratidão?

Imagine receber um presente de alguém que você não tenha pedido e que seja valioso. Você sentirá gratidão e se sentirá feliz.

E se pensarmos que cada momento que recebemos nos foi dado e é valioso? Este é o maior presente que podemos receber. Cada momento um novo presente.

Isto significa que devemos ser gratos por tudo? Não.

Não conseguiremos ser gratos por violência, ódio ou grandes perdas. Neste caso devemos ser gratos pela oportunidade de aprender algo naquele momento que nos foi presenteado.

Neste momento Pare— Olhe—- Siga

Pare para entender o que esta acontecendo.
Olhe para avaliar qual é a oportunidade.
Siga em direção ao seu crescimento.

A neurocientista brasileira Suzana Herculano-Houzel mostra por meio de pesquisas o que acontece no nosso cérebro em relação à gratidão e felicidade. Quando algo de bom acontece como resultado das nossas ações, ficamos orgulhosos e quando o mesmo acontece por ação alheia, ficamos gratos. Nos dois casos há ativação do sistema de recompensa do cérebro e nos deixa instantaneamente felizes e satisfeitos.

Nunca tinha tido dor de dente anteriormente e não desejo a ninguém esta experiência. Aconteceu comigo esta semana, entre uma linha e outra deste texto que esta lendo agora. Pensei: “Isto só pode ser um teste, muito sem graça. Será que é para eu entender qual é a oportunidade de aprender algo neste momento que me foi presenteado?”. Quando estava à beira da loucura pensei “O que é que eu tenho que experimentar com esta dor alucinante?” A resposta veio instantaneamente aos meus ouvidos.

Tenho muita dificuldade em pedir ajuda e comecei a rir porque ali estava o que para mim pode-se chamar de desafio. Pedi ajuda, afinal tenho que aplicar o que prego, e não pude ver oportunidade mais propícia. Pude então não só agradecer pelo resultado como por ter me superado neste momento.

Aqui segue a receita:
– Agradeça cada novo momento na sua vida. Eles são presentes valiosos.
– E quando tiver “Uma dor de dente” ou algo desagradável como ela,
Pare
Olhe
Pense

Com certeza você dará ao seu cérebro mais um momento de felicidade tendo a oportunidade não só de agradecer como crescer e aprender.

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.