Use a Raiva a seu favor

Hoje gostaria de falar sobre um dos sentimentos que eu mais gosto.

A raiva é uma emoção que pode nos ajudar muito, se soubermos usa-la corretamente e a nosso favor. Se não soubermos aproveitar a mensagem que ela nos traz, as consequências, muitas vezes danosas, não nos levam a lugar algum e esta pode se transformar em ressentimento, magoa ou vingança.

Obviamente sentimos raiva por vários motivos e gostaria de abranger como trabalhar com eles e tirar o melhor de cada uma das situações.

1) Barreiras e Bloqueios

Este vídeo acima mostra como trabalhar a raiva quando não colocamos barreiras, mostrando como temos responsabilidade pelo que aconteceu e como crescer com este aprendizado.

2) O que sua raiva lhe pede?

Outro modo de encararmos nossa raiva é entender o que ela esta querendo nos dizer.

Coloque-se na situação, SINTA SUA RAIVA e pergunte-se:

“O que esta raiva esta me pedindo para fazer?”

Se você se recusa a sentir sua raiva você esta resistindo reconhecer o que ela esta pedindo e negando a si próprio. Esta atitude pode trazer problemas físicos, como contraturas musculares, problemas de estomago e fígado.

Entenda que sua raiva é do mesmo tamanho do quanto você se sente sem poder para mudar uma situação. Baseado nisto tome uma atitude para buscar em você a solução da mesma. Entenda o que precisa fazer e haja pensando em você.

3) Quando não depende de nós

Neste caso falo da raiva que não temos poder para mudar e não queremos que isto afete nosso sistema nos trazendo problemas físicos e psicológicos. Muitas situações no mundo contemporâneo fazem com que nos sintamos fracos perante varias situações que não serão mudadas facilmente, mas que nos afetam diretamente. Neste caso EFT é a melhor forma para baixar o sentimento que não lhe levará a lugar algum senão a frustração.

Caso não esteja familiarizado com os pontos do EFT clique aqui.

Como trabalhar a raiva com EFT?

A) Porque você esta com raiva?

B) Bata no ponto de karatê e diga o motivo da sua raiva usando a frase do EFT.

C) Veja a intensidade de sua raiva de 0 a 10 (sendo 0 sem raiva e 10 muita raiva)

D) Vá batendo em todos os outros pontos de EFT falando todos os detalhes que estão lhe deixando frustrado e irritado nesta situação.

E) Meça novamente a intensidade e se precisar repita a sequencia até baixar a mesma.

Obs: Use e foque em 1 motivo de cada vez e se concentre nele não misturando situações.

Como percebeu, a raiva pode ser usada no seu crescimento de diferentes modos:

* Mostrar quando deveria ter se defendido e não o fez.

* Não escutou seu chamado e

* Quando não lhe pertence e tem que sair do seu sistema.

Sabendo identificar e como trabalhar sua raiva, este sentimento que pode ser tão destrutivo começará a trabalhar a seu favor e não mais lhe lesando e prejudicando.

Tenha uma ótima semana!

Você também pode gostar

Deixe um Comentário

Devido ao grande número de comentários recebidos nas postagens, criei o SOS RELACIONAMENTOS para poder lhe ajudar da melhor forma, saiba mais e tenha sua dúvida respondida clicando aqui.